Viva Língua Viva - 11/11/2019 a 14/11/2019 - Rio de Janeiro, RJ

Viva Língua Viva 19’

Revitalização das línguas indígenas em debate

Sobre

O Brasil é um país multilíngue, apesar de sua diversidade linguística ser quase sempre silenciada. Viva Língua Viva é uma afirmação e um chamado engajado e envolvente, exaltando a importância da sobrevivência das línguas, em um mundo que vem se tornando cada vez mais homogêneo e que não parece se importar com o desaparecimento exponencial de línguas e modos de viver.

O Seminário Internacional Viva Língua Viva 2019, a ser realizado na Faculdade de Letras da UFRJ e no Museu Nacional, no Rio de Janeiro, entre os dias 11 e 14 de novembro de 2019, tem como objetivo reunir membros de comunidades indígenas, docentes, discentes e pesquisadores de universidades, museus e outras instituições de pesquisa e documentação para discutir, intercambiar e fomentar o desenvolvimento de ações de preservação, revitalização e retomada de línguas indígenas e minoritárias. Ele foi idealizado por membros do Programa de Pós-graduação em Linguística da UFRJ, com experiência acumulada em documentação e revitalização, no âmbito do acordo acadêmico internacional entre a UFRJ e a Massey University da Nova Zelândia, que serviu de base para o estabelecimento de missões CAPES/PRINT entre professores das duas universidades, nos dois sentidos. O Seminário Internacional Viva Língua Viva 2019 foi acolhido como projeto pela Associação Brasileira de Linguística – ABRALIN, que propôs tornar o evento periódico, integrando-o a suas atividades regulares. Apoios institucionais também têm sido recebidos da Associação Brasileira de Antropologia – ABA, Museu do Índio-FUNAI/RJ, UNESCO, Massey University e Embaixada da Nova Zelândia no Brasil.

O nome Viva Língua Viva é expressivo, pois além do conteúdo descritivo de apoio à sobrevivência linguística, tem valor de afirmação e convocação, exaltando a importância da sobrevivência das línguas, em um mundo que vem se tornando cada vez mais homogêneo e que não parece se importar com o desaparecimento exponencial de línguas e culturas. Viva Língua Viva é, portanto, uma afirmação e um chamado engajado e envolvente (a palavra língua está envolvida pela forma verbal exortativa Viva e pelo adjetivo Viva), em prol da conscientização e da ação diante desse imenso desafio de luta pela diversidade linguística e cultural no planeta.

Apoio
Realização

Convidados

Ainda não há convidados cadastrados para este evento.

Datas Importantes

  • 15/08/2019
    Data limite para envio de trabalhos
  • 01/09/2019
    Envio de cartas de aceite
  • 10/11/2019
    Data limite p/ inscrição no evento
  • 11/11/2019
    Início do evento
  • 31/01/2020
    Data limite p/ envio de trabalho completo

Programação

  • 08:00

    Credenciamento

    Auditório G2, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cidade Universitária

  • 09:00

    Roda de conversa: troca de experiências

    Auditório G2, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cidade Universitária

  • 10:00

    Oficina: Ninho de Língua

    Auditório G2, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cidade Universitária

    Mari Ropata & Te Rina Warren
  • 13:30

    Mesa de Abertura

    Auditório G2, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Cidade Universitária

    Marcus Maia, Bruna Franchetto, Anari Braz Bomfim, Marcia Nascimento Kaingang
  • 08:00

    09:00

    Sessão de Pôster

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Maria Silva, José Souza
  • 09:00

    Roda de Conversa

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 10:00

    Oficina: Ninho de Língua

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Mari Ropata & Te Rina Warren
  • 12:00

    Almoço

  • 13:30

    Conferência: RAPPLIM: Uma Rede Latino-americana de Apoio a Práticas de Ensino e Aprendizagem em Línguas Indígenas

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Luiz Amaral
  • 13:30

    Conferência: Fale sobre todas as coisas! Jovens, modernidade e revitalização linguística

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Sally Akevai Nicholas
  • 15:00

    Sessão de Comunicações

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 08:00

    Sessão de Pôster

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 09:00

    Roda de Conversa

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 10:00

    Oficina: Letramento em língua indígena

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Luiz Amaral
  • 12:00

    Lançamento de livros

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 12:30

    Almoço

  • 14:00

    Conferência

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 15:30

    Sessão de Comunicações

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 08:00

    Sessão de Pôster

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 09:00

    Roda de Conversa

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

  • 10:00

    Oficina: Letramento em língua indígena

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Luiz Amaral
  • 12:00

    Almoço

  • 13:30

    Mesa Redonda

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

    Fábia Fulni-ô, Vilacy Galucio, Arianna Berardi-Wiltshire, Hone Morris, Suzi Lima
  • 16:00

    Sessão de Comunicações

    Auditório da Biblioteca do Horto, Museu Nacional, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro

Informações

Modalidades de Participação

Roda de Conversa

As rodas de conversa acontecerão todas as manhãs do evento, permitindo que os indígenas participantes possam interagir, trocar experiências e expressarem seus pontos de vista e opiniões sobre os temas do evento, sua logística, etc.

Pôster

Apresentação de trabalho na modalidade pôster sobre os temas do evento. Os pôsteres serão apresentados nos dias 12, 13 e 14 de novembro, das 8h às 9h. Trata-se de um espaço ideal para apresentações e interações em um maior espaço de tempo.

Comunicação

Apresentação de trabalho na modalidade oral sobre os temas do evento. Serão selecionados 18 trabalhos para apresentação nesta modalidade. Os trabalhos serão apresentados nos dias 12, 13 e 14 de novembro, das 16h às 18h30. Cada apresentação terá no máximo 20min de duração.

Oficinas

Serão ao todo ofertadas três oficinas no período da manhã, todas elas acerca dos temas do evento. A participação integral nas oficinas dará direito a certificação, com o número de horas correspondente às atividades da oficina. Os candidatos devem explicitar as motivações para a participação na(s) oficina(s).

Sem Apresentação

Todas as atividades do evento estão abertas para participação da comunidade, sem necessidade de apresentação de trabalhos ou envolvimento direto nas rodas de conversa. No entanto, os participantes devem se inscrever no evento, explicitando as motivações para a participação no evento.

Submissão de Trabalhos

Propostas de apresentação na modalidade comunicação e pôster devem ser enviadas exclusivamente através de formulário próprio. As propostas devem conter os dados de contato do proponente, o título do trabalho, o(s) nome(s) do(s) autor(es), seguido(s) por afiliação{ões) e e-mai(s)l de contato, no mínimo três palavras-chave e um resumo com no máximo 4000 caracteres.

Propostas de participação ativa em rodas de conversa também devem ser enviadas exclusivamente através de formulário próprio. O resumo desta atividade deve indicar que tipo de contribuição pretende-se dar às conversas: relatos de experiência, análise de conjuntura, proposta de ações, etc. Indígenas terão prioridade nessa atividade.

Inscrições

Para participar em qualquer uma das modalidades acima descritas, é necessária a inscrição. Há formulários específicos para cada atividade. Todas as atividades têm vagas limitadas, por essa razão recomenda-se a inscrição adiantada. A inscrição é gratuita. Sugerimos, todavia, que os inscritos colaborem com o Fundo Aryon Rodrigues, uma iniciativa da Abralin que tem por objetivo financiar projetos de documentação, descrição e revitalização de línguas indígenas.

Regras para Apresentação

Rodas de Conversa

As rodas de conversa serão mediadas. É importante, para que sejam proveitosas, que se observe um encaminhamento temático e uma contribuição pertinente, sistemática, democrática. Possíveis encaminhamentos resultantes dos trabalhos realizados nessa atividade são: (i) elaboração de documentos, (ii) elaboração de propostas para futuros eventos, (iii) elaboração de relatórios, (iv) publicações dos relatos em mídias diversas.

Pôster

A Associação Brasileira de Linguística incentiva a criatividade dos participantes na elaboração de pôsteres. Por essa razão, não disponibilizamos modelos para pôster. A única exigência que fazemos é acerca das dimensões do pôster, que deve ser de 120cmx80cm. O pôster deve também trazer um cordão para ser pendurado no suporte que será disponibilizado para esse fim. Consulte o nosso tutorial com dicas para elaborar e apresentar pôsteres de maneira eficaz.

Comunicação Oral

As apresentações orais devem ocupar um espaço máximo de 20 minutos por apresentação. Um modelo de slides será disponibilizado futuramente, mas a utilização desse modelo é opcional. Os apresentadores devem ficar responsáveis por todas as questões técnicas envolvendo a apresentação, pois a organização do evento não garante suporte para além da disponibilização de equipamentos básicos.

Regras para Certificação

Certificados de apresentação de trabalho e/ou participação nas atividades do evento serão conferidos pela Associação Brasileira de Linguística desde que o participante esteja devidamente inscrito e credenciado no evento. Não serão, sob nenhuma hipótese, conferidos certificados para participantes que não se inscreverem no evento. Certificados de apresentação de trabalho só serão conferidos aos participantes que efetivamente apresentaram trabalho(s) no evento.

Publicação de Trabalhos

Trabalhos apresentados no evento Viva Língua Viva 2019 poderão ser submetidos para publicação. Os autores que desejarem submeter trabalhos para publicação deverão fazê-lo até o dia 31/01/2020. Os trabalhos devem ser enviados exclusivamente em formato de artigo.

Mais detalhes acerca da submissão de trabalhos para publicação podem ser encontrados nas Diretrizes para Autores.

Voltar ao topo